Monday, November 27, 2017

PT -- Manlio Dinucci -- A Arte da Guerra: Em Ghedi, 30 caça-bombardeiros F-35 com 60 bombas nucleares

 Everything went exactly as planned but the RAF could not claim credit for the rainbow
A Arte da Guerra

Em Ghedi, 30 caça-bombardeiros F-35 com 60 bombas nucleares

Manlio Dinucci


O Aeroporto Militar de Ghedi (Brescia) está a preparar-se para ser uma das principais bases dos caça-bombardeiros  F-35.

O Ministério da Defesa publicou na Gazeta Oficial, o anúncio do projecto arquitectónico (2,5 milhões de euros) e a construção (60,7 milhões de euros) de novas infraestruturas para o F-35: um edifício de três andares com salas de operação e simuladores de vôo; o hangar para a manutenção dos caças, 3460 metros quadrados com uma grua de 5 toneladas, além de mais estruturas de 2800 m2; um armazém de 1100 m2 com um edifício de dois andares para escritórios e uma central de energia com cabine eléctrica e tanques contra incêndios; 15 hangares de 440 m2, para os quais serão levados os caça-bombardeiros prontos para levantar voo.

Visto que cada hangar pequeno pode acomodar dois aparelhos, a capacidade total será de 30 caça-bombardeiros F-35.

Todos os edifícios estarão concentrados numa única área fechada e sob vídeo vigilância, separada do resto do aeroporto: uma base dentro dessa base, cujo acesso será proibido ao pessoal militar do aeroporto, excepto à equipa dos pilotos dos novos caças.

O motivo é claro: juntamente com a decolagem e aterrizagem convencional do F-35A - da qual a Itália compra 60 unidades juntamente com 30 caças F-35B, com decolagem curta e aterrizagem vertical - as novas bombas nucleares norte-americanas B61-12 serão introduzidas em Ghedi.

Tal como as bombas B-61, estas também podem ser lançadas dos Tornados PA-200, do 6º Stormo, mas, para guiá-las  com precisão sobre o objectivo e aproveitar ao máximo as suas capacidades anti-bunker, os caça-bombardeiros F-35A são dotados de sistemas digitais especiais .

Dado que cada caça-bombardeiro pode transportar 2 bombas nucleares no tanque interno, podem ser implantadas em Ghedi 60 bombas B61-12, o triplo das actuais B-61.

Assim como as precedentes, as bombas B61-12 serão controladas por uma unidade especial americana (o 704º Esquadrão de Apoio às Munições da Força Aérea dos EUA), «Responsável pela recepção, armazenamento e manutenção das armas da reserva de guerra dos EUA, destinadas ao 6º Stormo da Força Aérea Italiana" .

A mesma unidade da Força Aérea dos EUA tem a tarefa de "apoiar directamente a missão de ataque" do 6º Stormo. Os pilotos italianos já foram treinados, no uso dos caça-bombardeiros F-35 para missões de mísseis nucleares, nas bases aéreas de Eglin, na Florida e Luke, no Arizona.

Os caças do mesmo tipo, armados ou que possam ser armados com  bombas nucleares B61-12, serão colocados na base de Amendola (Foggia), onde há um ano chegou o primeiro F-35, e noutras bases. Além destes, haverá os F-35 da Força Aérea dos EUA, distribuídos em Aviano com as bombas B61-12.

Neste contexto, pedir à Itália que declare “a falta de disponibilidade para adquirir os componentes necessários para tornar o F-35 apto para o transporte de armas nucleares” como fez o Movimento 5 Stelle no Parlamento, equivale a exigir que o exército esteja equipado com tanques sem canhões.

O novo caça F-35 e a nova bomba nuclear B61-12 são um sistema de armas integrado.

A participação no programa F-35 reforça a parceria da Itália com os Estados Unidos. A indústria de guerra italiana, liderada por Leonardo, que gere a fábrica de montagem F-35 em Cameri (Novara), está ainda mais integrada no gigantesco complexo militar industrial dos EUA liderado pela Lockheed Martin, a maior indústria militar do mundo (com 16000 fornecedores nos EUA e 1500 noutros 65 países), a empresa construtora do F-35.

A incorporação no nosso território dos F-35 armados com bombas nucleares B61-12 subordina ainda mais a Itália à cadeia de comando do Pentágono, privando o Parlamento de qualquer poder de decisão genuíno.

Il manifesto, 28 de Novembro de 2017


Tradutora Maria Luísa de Vasconcellos

No comments:

Post a Comment



Imagem

PT -- VLADIMIR PUTIN na Sessão plenária do Fórum Económico Oriental

Excertos da transcrição da sessão plenária do Fórum Económico Oriental

índice


“Copyright Zambon Editore”

PORTUGUÊS

GUERRA NUCLEAR: O DIA ANTERIOR

De Hiroshima até hoje: Quem e como nos conduzem à catástrofe

ÍNDICE

me>

FOX NEWS

TRIBUTE TO A PRESIDENT


NA PRMEIRA PESSOA

Um auto retrato surpreendentemente sincero do Presidente da Rússia, Vladimir Putin

CONTEÚDO

Prefácio

Personagens Principais em 'Na Primeira Pessoa'

Parte Um: O Filho

Parte Dois: O Estudante

Parte Três: O Estudante Universitário

Parte Quatro: O Jovem especialista

Parte Cinco: O Espia

Parte Seis: O Democráta

Parte Sete: O Burocrata

Parte Oito: O Homem de Família

Parte Nove: O Político

Apêndice: A Rússia na Viragem do Milénio





Pigeon's comment: I'm very lucky to have the chance to meet my leader
 ...


Daniele Ganser

Açores


Subtitled in EN/PT

Click upon the small wheel at the right side of the video and choose your language.


xmas





“Glory to God in the highest,

and on Earth

Peace, Good Will toward men.”

This Christmas, Give Peace