Saturday, November 25, 2017

Manlio Dinucci -- Rumsfeld forneceu a tecnologia nuclear a Pyongyang


Rumsfeld forneceu a tecnologia nuclear a Pyongyang

O «segredo» dos EUA. O Ministro Donald Rumsfeld alerta os bombardeiros atómicos contra a Coreia do Norte a quem o 
próprio - quando era Director da ABB - forneceu tecnologia nuclear

 | ROMA (ITALIA)  

JPEG - 29.4 Kb
“Donald H. Rumsfeld desconfia da Coreia do Norte", diz a legenda da foto publicada ontem, no The New York Times juntamente com o artigo em que se anuncia que, "o Secretário da Defesa alertou 24 bombardeiros de longo alcance, para uma possível formação ofensiva à distância de tiro da Coreia do Norte ". Isto para evitar que a Coreia do Norte aproveite o “momento em que Washington está concentrado no Iraque”, para acelerar o seu programa nuclear: Pyongyang – informa a CIA -  procurou construir armas nucleares, obtendo tecnologias e instalações para usar aparentemente para fins civis, mas, na verdade, é para fins militares. Ao mesmo tempo, a ordem de Rumsfeld de activar os bombardeiros estratégicos serve para “dar ao Presidente opções militares, se a diplomacia não conseguir bloquear os esforços da Coreia do Norte em produzir armas nucleares”. Então, os funcionários do Pentágono tinham razão,  quando disseram ao Los Angeles Times, em 1 de Fevereiro, que “o Secretário de Defesa, Donald Rumsfeld, apesar de estar a preparar uma possível guerra contra o Iraque, está imerso na crise norte coreana”. Na verdade, Donald Rumsfeld está mergulhado mais do que se pensa.
A história começa quando – depois de ser Secretário da Defesa, na administração Ford, em 1975-77 e, em 1983-84, Conselheiro do Presidente Reagan para os sistemas estratégicos nucleares e enviado especial para o Médio Oriente - Donald Rumsfeld faz parte, em 1996, do Conselho de Administração da ABB (Asea Brown Boveri) Ltd.,   líder em tecnologias de produção e automação de energia, com sede na Suíça e afiliada em mais de 100 países na Europa, Ásia, Médio Oriente, África e Américas. A participação da Rumsfeld no Conselho de Administração da ABB é evidente, a partir da biografia oficial publicada pela NATO e do anúncio oficial da ABB (Eleição dos membros do Conselho de Administração da ABB e do Presidente do Conselho, Zurique, 28 de Fevereiro de 1996), em que se salienta que Rumsfeld ocupou o prestigioso cargo de Secretário de Defesa dos Estados Unidos.
Nem três meses depois do antigo Secretário da Defesa ter entrado no Conselho de Administração da ABB, o Departamento de Energia dos EUA (DOE), anuncia, em 16 de Maio de 1996, ter "autorizado a ABB Combustion Engineering Nuclear Systems (C-E), uma subsidiária integral da ABB (Asea Brown Bovery) Inc., com sede em Connecticut, a fornecer uma ampla gama de tecnologias, equipamentos e serviços para o projecto, construção, gestão de operações e manutenção de dois reactores nucleares a serem construídos na Coreia do Norte (a DOE aprova o envolvimento dos EUA na construção de reactores na Coreia do Norte, 16 de Maio de 1996).
Embora estes dois reactores civis sejam de tipo água leve, o Departamento de Energia dos EUA - não é só responsável pela energia nuclear civil, mas também pela produção de armas nucleares – sabe que também podem ser usados para fins militares : Reactores térmicos como esses, que trabalham com urânio enriquecido em 4-5%, produzem plutónio utilizável para a construção de armas nucleares. Além do mais, o conhecimento e a tecnologia fornecidos também podem ser úteis para o desenvolvimento de um programa nuclear militar.
Tudo isso também é do conhecido de Donald Rumsfeld, por ter sido Secretário da Defesa e assessor do Presidente para sistemas estratégicos nucleares. No entanto, ele exerce, seguramente, a sua influência para conceder à ABB a autorização oficial dos EUA para fornecer tecnologia nuclear à Coreia do Norte, embora a mesma seja suspeita de possuir um programa nuclear militar.
Em 2000, a ABB pode concluir dois contratos, no valor de 200 milhões de dólares com a Coreia do Norte, para a “projecção, construção e fornecimento de componentes para dois reactores nucleares de 1.000 megawatts” (ABB para entregar sistemas, equipamentos para ascentrais nucleares da Coreia do Norte, Zurique, 20 de Janeiro de 2000)  . No momento do contrato, Rumsfeld ainda está no Conselho de Administração da ABB, do qual se demite quando assume o cargo de Secretário de Defesa, no governo Bush, em 20 de Janeiro de 2001. A sua demissão é anunciada pela ABB cerca de um mês depois (ABB announces proposed Board, share split, Zurigo, 19febbraio 2001).  
Agora o próprio Rumsfeld alerta os bombardeiros contra a Coreia do Norte, acusada de usar os reactores e o material cindível para construir armas nucleares. O estado de alerta, declarou o Pentágono, foi decidido na véspera da reunião de emergência da Agência Internacional de Energia Atómica, que, em 12 de Fevereiro acusará a Coreia do Norte de violar o Tratado de Não Proliferação Nuclear. Enquanto se está a preparar a guerra contra o Iraque, inicia-se assim,  a crise que poderá resultar na guerra seguinte. Enquanto isso, a possível colocação, na ilha de Diego Garcia, no Oceano Índico,  de 12 aviões B-52 e mais 12 caças B-1, bombardeiros convencionais estratégicos de dupla capacidade, onde estão a ser estabelecidos os bombardeiros B-2 Spirit para atacar o Iraque,  permite ao Pentágono não só ameaçar a Coreia do Norte, mas também aumentar a força aérea a usar contra o Iraque. O mesmo Iraque que o próprio Donald Rumsfeld ajudou eficazmente, na guerra contra o Irão, quando em 1983-84, desempenhava o cargo de enviado especial do Presidente Reagan, no Médio Oriente (il manifesto, 20-8-2002).
É uma das suas especialidades, primeiro ajuda os "Estados desonestos" e depois ataca-os.



L’articolo è su licenza Creative Commons
Potete riprodurre liberamente gli articoli del Réseau Voltaire a condizione di citare la fonte, di non modificarli e di non usarli a scopi di lucro (licenza CC BY-NC-ND).

No comments:

Post a Comment



Imagem

PT -- VLADIMIR PUTIN na Sessão plenária do Fórum Económico Oriental

Excertos da transcrição da sessão plenária do Fórum Económico Oriental

índice


“Copyright Zambon Editore”

PORTUGUÊS

GUERRA NUCLEAR: O DIA ANTERIOR

De Hiroshima até hoje: Quem e como nos conduzem à catástrofe

ÍNDICE

me>

FOX NEWS

TRIBUTE TO A PRESIDENT


NA PRMEIRA PESSOA

Um auto retrato surpreendentemente sincero do Presidente da Rússia, Vladimir Putin

CONTEÚDO

Prefácio

Personagens Principais em 'Na Primeira Pessoa'

Parte Um: O Filho

Parte Dois: O Estudante

Parte Três: O Estudante Universitário

Parte Quatro: O Jovem especialista

Parte Cinco: O Espia

Parte Seis: O Democráta

Parte Sete: O Burocrata

Parte Oito: O Homem de Família

Parte Nove: O Político

Apêndice: A Rússia na Viragem do Milénio





Pigeon's comment: I'm very lucky to have the chance to meet my leader
 ...


Daniele Ganser

Açores


Subtitled in EN/PT

Click upon the small wheel at the right side of the video and choose your language.


xmas





“Glory to God in the highest,

and on Earth

Peace, Good Will toward men.”

This Christmas, Give Peace